Treinamento "Teatro & Oratória"

Oratória através de Improvisos

10/09/2017
Raimundo Porto

DSC08949

Bem-vindo (a)!

O Treinamento “Teatro & Oratória” não é um curso de formação de ator mas um treinamento de oratória através de improvisos. Os treinos contêm vinte e quatro atividades de Oratória através de variados jogos de improvisos, ritmos corporais, trabalho com as emoções, exercícios vocais, leitura em público, storytelling, falar de improviso, técnica de memorização, etc.

DSC08968

O Programa do Treinamento foi construído para quem deseja praticar descontraidamente as técnicas da Oratória. Seja qual for o seu perfil, os treinos são para administrar as emoções dificultantes ao se comunicar em público e melhorar seu desempenho profissional, acadêmico, social e é fundamentado na terapia cognitivo- comportamental, isto é, estimula o participante a compreender a maneira como ele vê, sente e pensa com relação à situação que causa desconforto, incômodo, tristeza ou qualquer outra sensação negativa durante a argumentação de suas ideias em público e assim auto superar-se.

 

qual seu perfilOratória e Identidade

Qual é o seu perfil?

Há vários tipos de comunicadores. Introspectivos, falastrões, acanhados, didáticos, analíticos, contadores de casos, agressivos, ansiosos, animados. E você, como é?

Como é o seu temperamento? Praticar Oratória é procurar ajustar nossa identidade às técnicas do falar sem criar conflito com o temperamento. É bom evitar tentar ser um comunicador que não se é, em outras palavras, é importante evitar conflito com a nossa realidade comportamental, e sim adequar-se à ela. Cada um de nós possui características úteis e que se complementam no mundo.

Parar de reclamar das falhas do temperamento é importante, relevante também é concentrar-se nas coisas boas dele para que assim se possam trabalhar as insatisfações enquanto comunicador. Um bom ponto de partida é reconhecer que uma insatisfação é apenas um inicio, não pode ser um fim. Você esta insatisfeito com sua Oratória? Pratique, então, para transformar o que lhe incomoda.

 

Exemplos:

  • Se você é introspectivo, reconheça que sua introspecção lhe deu ao longo da vida a capacidade de avaliar, refletir e sensibilizar. Avaliar, refletir e sensibilizar-se são qualidades importantes para um comunicador. Use estas coisas boas em sua Oratória. Embora sejam rotulados de “quietos”, é aos introvertidos que devemos muitas das grandes contribuições à sociedade.
  • Se você é um extrovertido, que bom! Para dar vazão ao seu potencial, você precisa experimentar arriscar e criar um ambiente para desenvolver e pôr em prática as suas ideias. Venha, então, exercitar sua criatividade conosco! E prolixo? Então, você necessita praticar argumentações com mais objetividade e clareza.
  • Você é do tipo didático? Seria importante então praticar variações de ritmo e espontaneidade. Os didáticos tem uma tendência a expor suas ideias sem frescor e entusiasmo.Os jogos de improviso do curso podem lhe ajudar bastante. Atenção, portanto, a eles!
  • Você é ansioso! Provavelmente você não deve administrar bem a sua respiração. No curso tem exercícios de voz e respiração. Pratique os! O ansioso tende a se cobrar demais, não admite ter erros e este grau de exigência é refletido em um alto nível de ansiedade. Mostra-se ansioso ao gesticular e ao movimentar-se? Você poderá trabalhar-se nas aulas de expressão corporal. Atente-se a elas! Enfrente conosco com mais segurança as situações que você teme; e afrouxe as garras de sua ansiedade.
  • É perfeccionista? Vale frisar que é perfeitamente normal estar nervoso antes de fazer uma apresentação pública e que de fato aqui e ali podem ocorrer erros. Mas um perfeccionista provavelmente fica preocupado durante várias semanas antes da data ou começa a tremer tanto durante a exposição que mal pode falar, cria desculpas para não comparecer ao evento ou até mesmo utiliza o recurso da desvalorização do evento para não se comprometer a ele. Se você é deste tipo, os jogos de improviso podem lhe ajudar a trabalhar sua espontaneidade e ajudará também você reconhecer que precisa apenas ser quem você é. E pratique sua força interna nos treinos, a sua vontade de poder, isto é, de poder e ser forte diante das adversidades e do outro, para que assim possa ficar sob controle de suas emoções quando este “outro’ for um examinador por detrás de uma banca de seminários, TCCs, entrevistas de emprego, etc. Fortaleça-se!

 

Nossa aversão exagerada ao risco acaba por nos impedir de avaliar a situação específica que vivenciamos e não prestamos atenção no que temos de fato de positivo, em termos de temperamento, para oferecer. Será, de verdade, arriscado e grave errar ao falar publicamente ou mais grave e mais arriscado à nossa autoestima não falar porque não queremos errar?! A ansiedade surge deste conflito interno. Praticar, portanto, é a solução!

 

 

teatro , oratória e coaching para tímidos - Cópia

 

Você necessita aprimorar sua Oratória?

Quando argumentamos espontaneamente nossas ideias sentimos bem estar e isto, claro, resulta em autoestima e nos fortalece, diferente de quando ficamos ansiosos e receosos e não conseguimos organizar os pensamentos de maneira lógica. E assim, as mãos ficam trêmulas, às vezes suadas e o corpo enrijece. Outras vezes caminha-se ansiosamente de um lado ao outro, a mente paralisa afetando a memória e consequentemente tudo o que foi planejado para se falar é bloqueado e o pânico acontece…. E estes são uns dos relatos recorrentes entre os participantes deste Treinamento. São sintomas do medo de errar publicamente. Sintomas também do medo de ser rejeitado pelo temperamento. O Treinamento procura trabalhar com você exatamente isto, para que se possa planejar sua apresentação, utilizar as técnicas da Oratória e também improvisar com espontaneidade, a partir do seu jeito de ser, administrando-se emocionalmente.

Portanto,

Como é o seu jeito para se comunicar? Qual o seu perfil?
Comunica facilmente suas ideias?
Argumenta com consistência?
É direto e claro? É prolixo, gosta de contar histórias? É didático? Ansioso ou agressivo? Leva em conta como o outro reage ao que diz? E como e quando a timidez lhe atrapalha?

teatro oratoria

Este tipo de análise sobre si você poderá ter no curso e poderá melhorar os seus pontos fracos e realçar os fortes e assim desenvolver suas competências, isto é, adquirir conhecimentos, habilidades, atitudes e melhorar a sua comunicação para o bom desempenho de seu cargo e funções na área em que atua ou pretende atuar.

Os treinos são para você se conhecer melhor, trabalhar emoções dificultantes tais como ansiedade, medo, etc recorrentes na exposição pública. Nossas emoções fazem parte de nós, mas nós não somos as nossas emoções. Portanto, é importante administrá-las apropriadamente, favorecendo-nos.

teatro e oratória

 

Quando conhecemos os nossos recursos internos, nossos sentimentos, pensamentos, o porquê de agir de uma maneira ao invés de outra, isto acaba por fazer mudanças internas importantes para a nossa realização pessoal e profissional. “Conhece-te a ti mesmo” ao praticar Oratória. Trata-se de ter claro que aquilo que devemos estudar com mais afinco somos nós mesmos, temos de saber quais são as nossas limitações e as nossas atitudes e qualidades. O conhecimento dessas realidades é como que a carta de navegação que nos ajuda a guiar-nos para uma vida adequada e uma expressão verbal ajustada ao nosso temperamento e os improvisos teatrais neste Treinamento podem colaborar nestas descobertas pessoais.

 

A nossa autoestima depende muitas vezes da realização de nossos desejos. Para se concretizar estas vontades é preciso estar com nossa identidade afiada, ajustada às nossas potencialidades. Precisamos ser corajosos, despreocupados, zombeteiros com nossos próprios erros e assim adquirimos sabedoria e poder sobre nossa pessoa diante do outro e o que o treinamento lhe propõe é uma boa administração de suas emoções, para que as potencialidades de sua personalidade sejam exercitadas.Sem auto expressão nós não temos liberdade. Seremos sempre um subalterno.

 

teatro e oratória

 

Um aluno ao chegar pra seu primeiro treino me disse: “ Quase não me inscrevi. E completou: “Mas estou aqui! Era defesa minha!” “Cheguei a conclusão”, disse ele, “quem vem é porque tem uma causa, uma necessidade e eu tenho uma!” E, você, tem necessidade de trabalhar sua comunicação? Pois então,quando pensar em desistir lembre-se porque começou, pense no que lhe levou a querer superar-se…. Isto deve lhe ajudar! Muito porque sujeitar-se a praticar Oratória pelo menos trará alguns resultados a você  e isto será melhor  do que ficar acumulando  resistências ao seu desenvolvimento pessoal, social e profissional, concorda?

teatro e oratória (2)

 

É da natureza humana dramatizar.

Dramatizamos o clima, por exemplo: “Que calor infernal!”, “Não me lembro de ter feito tanto frio assim!”, também o trânsito e outros fenômenos impessoais, lançando mão do exagero. Muitas vezes isto é até divertido. Mas, e quando se trata de nossa própria vida?! Elevar a quinta potência o medo de se expressar e assim criar bloqueios emocionais nos impede de praticar a expressividade e também nos impede de adquirir firmeza, satisfação e experiência em nossa Oratória. O exagero, ou melhor, o excesso seja lá do que for, é prejudicial. Quando se trata de medo, seja ele qual for, então, nem se fala! Medo exagerado neutraliza nossa vida!

mecanismo de defesa

A atitude de evitar se expor avacalha os objetivos acadêmicos e profissionais daqueles que não reconhecem, avaliam e lidam com os próprios sentimentos e os dos outros. A probabilidade de insucesso profissional é muito alta caso não nos eduquemos para isto.

Medo de falar em público é muito comum e este Treinamento busca atender esta demanda. E meu intuito ao desenvolver aqui este texto é estimular você a superar suas dificuldades para que possa se expressar publicamente com mais tranquilidade e prazer. Enquanto muitos esquivam das experiências novas com medo de errar, outros aceitam a missão de relacionar bem com o desconhecido, torço para que você seja um destes que anseiam pela auto superação deste problema pessoal.

No fundo, não são as coisas que fazemos que nos ferem, por exemplo, não é deixar de ir ao seminário, ou burlar a reunião de trabalho, a entrevista de emprego, etc, e sim, o que nos fere de verdade é o que fazemos depois da atitude de evitar algo. É o vácuo para onde somos solitariamente transportados.

 

Sente-se motivado a participar?

É impossível garantir bons resultados imediatos à você nos treinos porque isto vai de cada um e caso sinta dificuldades, juntos avaliaremos os reais pontos fortes de sua personalidade para resolvermos tais dificuldades.

semear_paracolher

Plante em si a semente da transformação e como semente cuide dela ao longo da vida. O Treinamento é uma ponte e não um fim. Seja, você, o seu maior compromisso. Não se atrase, nem se deixe para mais tarde. Você é agora! Reconheça suas defesas, encoraje-se e apareça!

 

 

 

Comprometimento Pessoal

Comprometa-se a participar da maioria dos treinos, faça dos encontros deste Treinamento uma diversão e um aprimoramento pessoal, a manutenção das atividades é que vai lhe proporcionar bons resultados.

O seu entusiasmo e a sua vontade de executar as atividades norteará você, o professor, os colegas e dará qualidade ao Treinamento. Sua assiduidade no grupo é fundamental para que ele exista, construa e avance, possibilitando assim superações.

Procure vir vestido (a) com roupas leves que possibilitem liberdade de movimento.

 

Para obter informações: local, investimento, datas, inscrição vá até ao Menu e clique na página da turma que deseja participar.

Sou  Raimundo,o professor. Conte com você… E comigo!

Abraços.

 

 

teatro oratória e coaching

Programa do Treinamento:

O curso é todo prático. São 24 atividades de oratória em sua totalidade e vários jogos de improviso. Algumas atividades dos treinos às vezes trazem em si vários outros itens deste programa aqui mencionado, criando assim interações entre estas atividades de improviso e objetivando com isto uma unicidade de propósito, isto é, a administração da timidez para obtenção das técnicas ao falar em público.

  1. Treinos de Oratória
  • Oratória – Apresentação de um tema (introdução, desenvolvimento e conclusão)
  • Oratória individualizada e em grupo / Storytelling (técnica para se contar história)
  • Falar sem constrangimento / Construir uma imagem confiante / Driblar o ‘branco’
  • Abordagens sobre Técnicas de Memorização / Dosar cacoetes e vícios / Gesticular com naturalidade e obter postura adequada / Seduzir ouvinte indiferente / Estudo do olhar.
  • Reflexão e prática de: Planejamento de um discurso = elaboração prévia de pensamentos racionais. Improviso= intuição, isto é, espontaneidade ou competência natural.
  • Contornar situações inesperadas / Responder a perguntas com espontaneidade e segurança / Corrigir a linguagem e ampliar o vocabulário
  • Falar e ler em pé ou sentado / Coordenar raciocínios lógicos: premissa, regra, conclusão e falácias.
  • Ferramentas para estruturar as ideias
  • Língua Portuguesa: prática da língua padrão / Avaliação de vícios de linguagem
  • Ações da fala: quando o dizer é fazer / Aprender a se ouvir e ao outro / Como dar uma aula/
  • Apresentações com microfone e sem microfone e gravadas para análise / Relação com a câmera em apresentações públicas: oratória/cenas teatrais e monólogos.
  • Reconhecimento do estilo de expressão verbal e corporal de cada aluno apontado pelo instrutor para se adquirir profundidade e personalidade nele.
  • Exercício prático de liderança e como se comportar numa reunião de trabalho.
  • Marketing Pessoal / Fortalecimento da auto estima e auto eficácia / Exposição de um ponto de vista e conscientização do conflito de interesses
  1. Treinos de atividades teatrais
  • Jogos variados de improviso (trabalha-se rapidez de raciocínio, observação, destravamento de emoções, intuição, descontração, propriocepção, etc)
  • Construção de personagem / Monólogos (trabalha-se emoção, voz: ritmo, intensidade e entonação da fala, noção de espaço físico, propriocepção, etc)
  • O humor, como instrumento de uma boa comunicação / Improviso de um julgamento jurídico (defesa/acusação e juri) / Simulação de reunião de trabalho/Liderança.
  1. Treinos de Leitura em Público
  • Técnica para Leitura em público (sentado, em pé e com microfone)
  1. Treinos de expressão corporal e ritmo
  • Ritmos / Improvisação rítmica / Expressão Corporal
  1. Treinos de Voz
  • Projeção da voz / Volume, ritmo, entonação e intensidade da voz / Caixas de ressonância / Uso adequado do microfone.

Feedback – Avaliação de desempenho com base na da terapia cognitivo-comportamental / Módulo 2 se assim a turma requisitar. / Certificado de Conclusão quando requisitado pelo aluno.

 

 

raimundo porto - Cópia

 

Raimundo Porto,  administrador e professor  do Treinamento “Teatro & Oratória”. Formado em Desenho e Plástica, fez Cursos de Teatro em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Salvador e cursos de extensão de Oratória, Coaching e Psicologia. Como ator recebeu o Premio Martim Gonçalves em 1982, cedido pela TV Aratu – BA e e Menção Honrosa (Teatro Hebraica de Laranjeiras – Rio de Janeiro) pelo espetáculo “Pra viver um grande amor” em 1991.

Veja Currículo completo aqui : https://fazendoteatro.com/sobre-o-professor-raimundo-porto/

 

 

 

teatro-oratoria & coaching - teatro para tímidos por raimundo porto

 

curso teatro oratoria

Blog no WordPress.com.