Oratória através do teatro

O curso

Este é um curso prático de comunicação em público através do teatro. Sim, o teatro pode nos ser uma ferramenta  eficaz para trabalharmos a espontaneidade, o aprimoramento de nossas argumentações e, também muito importante, a conexão com os outros.  Ele facilitará, por exemplo, a administração de emoções mais difíceis (medo, ansiedade e insegurança).   Ao você se exercitar em improvisos,  lidará melhor gradativamente com os imprevistos do dia-a-dia e com os de uma apresentação em público, obtendo em si mais vigor e determinação. Aí, costumamos  pensar: – “Posso fazer isto?”. “Acho que nao sei improvisar! ” Entretanto, o dia-a-dia nos informa outra coisa, e acabamos verificando que  todos nós sabemos sim, pois improvisamos  no cotidiano. O que diferencia o improviso em  sala de aula daquele que realizamos cotidianamente é que ele será direcionado e terá um propósito preestabelecido no curso, ou seja, será um instrumento para  ajudar você a se sentir mais seguro (a) no seu dia-a-dia e, por extensão,  ao falar em público.  

Nossas ideias argumentadas com espontaneidade resultam em autoestima e nos fortalecem. Diferente de quando ficamos ansiosos e receosos e não conseguimos organizar os pensamentos de maneira lógica e, neste caso, um simples erro acaba por nos desequilibrar. E, assim, as mãos ficam trêmulas, suadas e o corpo enrijece. Outras vezes, caminha-se ansiosamente de um lado ao outro, a mente paralisa afetando a memória e, consequentemente, tudo o que foi planejado para se falar é bloqueado, e o pânico acontece.

Contar só com os pensamentos positivos, muitas vezes, não soluciona estas situações estressantes, pois  é necessário olhar para cada situação de maneira mais atenta e generosa, buscando  assim desconsiderar e substituir os pensamentos automáticos do tipo: “Não vou conseguir”, “Não saberei fazer isto”, “Se eu errar, rirão de mim”, etc,  –  estes pensamentos bloqueiam a ação de falar e tiram o vigor e a espontaneidade na argumentação. Nós falhamos ocasionalmente, sendo um tímido ou não, e,  muitas vezes, por deixarmos de tentar fazer algo é que mais falhamos, não é mesmo? Muito porque  não são os erros nas argumentações a principal causa de nossa ansiedade,  mas as interpretações que geralmente damos a estes episódios. Quando o pensamento, a emoção e o comportamento estão em equilíbrio é mais fácil e prazeroso agir de forma consciente, buscando construir o momento da apresentação com mais harmonia interna.  Sendo assim, os improvisos teatrais quando descontraidamente praticados, podem ajudar o aluno a buscar este equilíbrio de pensamento, emoção e comportamento  ao se expressar. 

O escritor e palestrante americano John C. Maxwell diz: “Qualquer mensagem que você tentar transmitir deve ter um pedaço de você. Você não pode apenas lançar palavras. Não pode meramente transmitir informação. Precisa ser mais do que um mensageiro. Deve ser a mensagem que quer transmitir. De outra forma, você não terá credibilidade e não se conectará ao seu público.” Ele acrescenta: ” Os que se concectam fazem o trabalho difícil de manter tudo simples. As pessoas são convencidas não pelo que dizemos, mas pelo que compreendem. Quando você fala de forma clara e simples, mais pessoas podem entender o que você está comunicando. Ser simples como comunicador não é uma fraqueza. É um ponto forte!” Você concorda com esta argumentação de John C. Maxwell ? Caso concorde você verificará também que o teatro, de fato, pode ser uma boa ferramenta para se obter a simplicidade e a objetividade tão importantes na comunicação do orador.  Uma  comunicação feita por meio  de argumentações rebuscadas não nos conecta com o nosso ouvinte ou público e,  por expressarmos mal,  o outro acaba tendo uma impressão equivocada sobre nós. O curso tem como objetivo trabalhar a objetividade ao se expressar publicamente:  da conversa informal na “balada” à apresentação profissional, estudantil, etc.

Diante de qualquer novidade que nos tira da zona de conforto,  questionamos: – “Valerá a pena?!” Sabemos que o medo de falar em público é bastante recorrente, então,  o maior e mais importante objetivo do curso é o estímulo à  superação das dificuldades, buscando uma expressão oral pública mais  tranquila e prazerosa, sem agredir a  natureza de cada participante. A meta do curso, portanto, é possibilitar ao aluno encontrar meios em si para utilizar as técnicas da oratória. O medo de  falar em público, aliás, qualquer medo costuma estreitar nossa mente, pois nos  traz a ansiedade e a insegurança;  desse modo, buscar uma  renovação em nós, também sair da zona de conforto e se desprender emocionalmente do medo, enfim, tudo isso, acaba nos sendo imprescindível e, assim, esse curso  incumbe-se de ser uma ponte no seu processo de aprendizado. E se houver algo mais que eu possa fazer para lhe ajudar, faça contato comigo, vamos juntos solucionar.

       Detalhes sobre aulas particulares online e curso presencial no MENU

Um abraço.

Fotografias de Elison Lopes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s